O espírita toma partido em discussões políticas?

il_generale_Bonaparte_asmileplease

O que é política? Realizei rápida pesquisa, achei em termos claros esse significado para política: Política é a ciência da governança de um Estado ou Nação e também uma arte de negociação para compatibilizar interesses. O termo tem origem no grego politiká, uma derivação de polis que designa aquilo que é público. O significado de política é muito abrangente e está, em geral, relacionado com aquilo que diz respeito ao espaço público.

O conceito acima está diretamente relacionado à vida em sociedade, principalmente no espaço público, aquilo que é comum a todos; assim busquei no Livro dos Espíritos sobre a vida em comunidade, separei as perguntas 776, 767 e 779:

  • 776 -A vida social está em a Natureza? Resposta: “Certamente. Deus fez o homem para viver em sociedade. Não lhe deu inutilmente a palavra e todas as outras faculdades necessárias à vida de relação.”
  • 767 – É contrário à lei da Natureza o insulamento absoluto? Resposta: “Sem dúvida, pois que por instinto os homens buscam a sociedade e todos devem concorrer para progresso, auxiliando-se mutuamente”
  • 779 – A força para progredir, haure-a o homem em si mesmo, ou o progresso é apenas fruto de um ensinamento? Resposta: “O homem se desenvolve por si mesmo, naturalmente. Mas, nem todos progridem simultaneamente e do mesmo modo. Dá-se então que os mais adiantados auxiliam o progresso dos outros, por meio do contacto social.”

Vale citar a pergunta 785, Kardec pergunta qual o principal obstáculo para o progresso, a resposta anotada é: o orgulho e o egoísmo.

A política trata da governança de um país ou Estado, bem como está ligada à arte de conseguirmos alinhavar interesses pessoais em prol de um interesse comum maior. As respostas destacadas do Livro do Espírito deixam claro que a vida acontece em sociedade, no espaço público, e que temos responsabilidades por esse espaço, inclusive de ajudar aqueles que estão em necessidades, como podemos ser auxiliados por pessoas que se encontrem em melhores condições do que nós.

Assim, o espiritismo não isenta aqueles que comungam sua proposta de visão de mundo de tomar partido em discussões políticas, pelo contrário, faz parte da Lei do Progresso.

A visão de mundo que o espiritismo deflagra é a da igualdade entre as pessoas, da universalidade dos direitos, e da proteção aos menos favorecidos (sob qualquer ponto de vista); de forma geral; tais conceitos, então, não combinam com exploração de pessoas, violência física e psicológica, cultura de privilégios, sistemas hegemônicos e dominantes, cerceamento de liberdades e direitos individuais/coletivos, ações discriminatórias, e qualquer ato de interesse de alguns em detrimento de outros.

O espiritismo não é uma escolha simples, no caso da política é necessário um eterno estar atento, pois as coisas do mundo acontecem sempre motivadas por algum tipo de interesse; para se apoiar ou rejeitar o que está acontecendo, é preciso um grande esforço de validação e confrontação, mas no fim vale a pena, faz parte da Lei.

Alexandre Mota

Anúncios
Esse post foi publicado em Espiritismo e Sociedade e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para O espírita toma partido em discussões políticas?

  1. Infelizmente, não participa de discussões política. Pelo contrário, você completamente alienado da vida política do País. E, ainda se vangloria de não participar. Hoje, de todos os grupamentos religiosos é o mais alienado, conservador, sempre de direita. Uma lástima.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s